domingo, outubro 9

Trapo


Acompanhaste-me durante tanto tempo
Agora voltaste!!!
Para preencher o vazio,sim!tinhas saudades de me acompanhar.
Mesmo no meio da multidão fazes questão de ali estar.
Olhas para mim e sorris
Não,não te vás embora
E tu olhas para mim e abraças-me
Nos teus braços gélidos e escuros
Quero ouvir-te falar,mas apenas me escutas
Conheces-me bem e sabes o que sinto
Quero dar-te um nome...mas não sei o que te chamar
Fujo! Começo a correr a gritar
Mas tu não me respondes apenas me ouves e ali ficas a olhar
e corro,corro,grito......
Cai-me uma lágrima e outra ...
Cansado, estou tão cansado
Farto de te ter ao meu lado
Mas tu sabes que não,desta vez não te vou abandonar
Solidão é o nome que te vou dar.

2 comentários:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
susana disse...

Lindo... é Simplesmente o que posso dizer em relação a este poema de todos os que aqui li (teus)este é o meu favorito decididamente talvez porque os outros já os conhecia,continuas a escrever muito bem,parabéns..