segunda-feira, setembro 27

O teu sorriso...quero-o tanto por vezes e bem sabes como é dificil ser-lhe indiferente. Invades-me e eu estremeço, como que fazes de propósito. Choras e acabas por adormecer nos meus braços e sem dares por nada acordas e esqueces. Suspiro ... está um bonito dia.

1 comentário:

Eushinha disse...

o teu sorriso...por vezes quero-o tanto... anoiteceu e não já não estás, a meu lado estende-se uma enor cama vazia e fria onde se estende adormecido só o silencio, e a ausência. Fazes comigo o queres, é pena estar ausente de mim mesma....

...