quinta-feira, novembro 17

Pistas

Nem sempre deixo
traços
Por onde andei...
Algumas vezes
Só indícios,
meros resquícios,
a denunciar meus
passos
nos vastos espaços
em que se move
quem sempre amei...



"Espero que estejas do outro lado à minha espera" por Paulo Penicheiro



Invisíveis laços,
que o coração revive
em forte compasso,
lembranças bonitas
que de nós, um dia,
juntos sonhei...


"Cais da Mourisca" por José Branco



Quem dera, evitar
pudesse, o vazio
desse desperdício
e, nesses resíduos,
deixar marcados
os abraços e beijos,
que para ti guardei...

.::Domrs::. - ©2005

2 comentários:

Inêsnikel disse...

mais uma vez tens aki um poema lindooo como smp!! bem tu tb es lindooo ne seu pedroooo!!! bem te deixo uma beijoca e um xi-coraçao te cuidaaa

A mudança foi o que restou disse...

Nóssa muito lindo seu blog... bem, não sei mexer mto nesse blog fiz o meu mas to tentando aprender rs... bem vou deixar o meu endreço pra vc e quem sabe podemos trocar comentarios... tudo bem que o meu flog é meio bizarro mas merce um comentariozinhu hauhau e vou pedindo instruções pra vc caso nao se encomodar
bju
I'm
meu endereço:
www.mitolopirra.blogspot.com