segunda-feira, novembro 20

apenas o silencio

nada tenho a escrever
tudo disse
lutei por todos os meus ideais
apenas o silencio me resta
um mundo tao grande e ao mesmo tempo tao pequeno
sem graca
o que vejo faz me fugir
para os recantos mais longincos de tudo de todos
apenas quero estar so
ninguem em que pensar
sem murmurios
sem dor

um mundo abstracto
onde a paz nos faz doer
e a guerra interior nos faz gritar
o passado e para sempre um presente mt intenso que nos faz pensar

Que nao qeremos mais lutar
que tudo e futil
deixei de preocupar com tudo
porque nao tenho
e para isso vou lutar
apenas o silencio me satisfaz
nem ao espelho olhar
nada ver nada amar
vazio como o ar
apenas um vento a diambular
nada a temer
apenas em espera
a espera que me venham buscar

2 comentários:

Inda Leis disse...

Credoo!!! Que coisa mais arripiante de se escrever, o k aí vai?? Um dia mau?? Olha todos temos, não te deixes cair assim no buraco, dá cá a mão e sai daí...Aproveita a vida, olha para a oportunidade k tiveste e nem te apercebes: Vives!! E lembra-te, a felicidade está onde tu a puseres, não deixes k ninguém comande a tua vida, as tuas opções, LUTA...e não esperes k ninguém te venha buscar, caminha sozinho pois alguém ´qd vir tua força ajudar-te-á a caminhar também...espero ter ajudado, visita-me...Bjocas

luisa disse...

sinceramt n gostei d k li!!!a felicidade é feita d pekenas coisas mas axo k n consegues ve las,diz s k so s da valor as coisas kuando as perdemos deves dar tmb valor as coisas k tens,espero poder ajudar t bj gd