terça-feira, agosto 21

Pela Mão da Vida

Partilham-se agasalhos e sonhos,
gargalhadas e silêncios.

Partilham-se históiras de encantar
e amores desencantados.

Partilha-se o leite e a cama,
a torrada e o sorriso.

Partilha-se a pimenta e o sal,
o mel e o gelado.

Partilha-se a mão e o beijo,
a ilusão e as caricias.




Partilha-se o desgosto, guarda-se o remorso

Partilha-se de novo o silencio...estranhamente!

Partilha-se o segredo...separamente!

Partilha-se o corte...desesperadamente!

Partilha-se a ruptura...pura e simplesmente!

1 comentário:

Molghus disse...

(..) e tudo se desfaça, num gesto só..
Eu vou guardar cada lugar teu, ancorado em cada lugar meu(..)

(..)Tento entender o rumo que a vida nos faz tomar. Tento esquecer a mágoa, guardar só o que é bom de guardar(..)