segunda-feira, junho 18

Morta por dentro

  Acordo de manhã e não tenho vontade nenhuma de respirar, sinto um peso horrível cada vez que respiro e penso que estaria melhor enterrada debaixo da terra, tão morta como...não consigo arranjar comparação possível.
  Penso como vou aguentar o resto do dia desta maneira, sem que ninguém note, sem que a minha família note a dor que sinto, pois sei que se me perguntarem o porquê de eu estar assim eu não vou ter resposta.
  Pergunto-me se vou conseguir voltar a adormecer, quando sei que amanhã vou acordar da mesma maneira, e que a cada dia que passa o peso horrível que sinto quando respiro vai ficando pior.
  Penso em maneiras de aliviar esta terrível sensação, mas as hipóteses mais regulares nestes casos não são as mais acertadas, então decido ir para o computador ligo o Youtube e aí tenho um novo dilema, Take that ou Bon Jovi?
  Passado vários minutos a pensar no assunto inconscientemente decido ouvir a música que me pode ajudar a melhorar, e decido ouvir Bon Jovi - Lie To Me.
 Começo a ouvir a música e quando me lembro que a minha mãe me disse que esta música era demasiado deprimente para mim, já era tarde demais. As lágrimas já me caiam dos meus olhos e aquela terrível sensação ficou ainda pior, aquela sensação que não passava de um peso horrível cada vez que respirava, era agora não só esse peso como também uma terrível dor no meu coração que me fazia querer arrancar o meu coração com as minhas próprias mãos, mas se o fizesse não ia conseguir arrancar nada, pois já alguém o tinha feito por mim.

1 comentário:

O teu princepe.... disse...

Nao devia haver amores proibidos e muito menos amizades indepentemente da idade ou relegiao ... o que intereça é a amizade ou o amor que um sente pelo outro

Cumps